Mensagens

O Inspirar da Manhã

Imagem
Comece o Dia Cedinho com uma boa caminhada carregue um belo sorriso consigo não leve mais nada, areje bem o pensamento inspire e respire, contemple bem o momento para uma vida sadia há um leve sentimento...
Oiça o cantar dos passarinhos sinta o aroma da natureza deixe a alma voar dê ego ao imaginário, à brisa que perpassa indelével ao bálsamo perene aflorar, ao carpir da madrugada, fornece um equilíbrio perfeito dá saúde e bem-estar! Obrigada!...




Bordando Silenciando

Imagem
Silenciando e Bordando  estes retalhos velhinhos Memórias da minha infância entre fitinhas e laços  e punhado de carinho...
Emoldurei-as no cérebro num álbum as coloquei, cada uma é relíquia que com saudade guardei... Apenas ternuras de infância inocências de criança, daquelas que traça não mina! Entre elos de candura ternuras  perpétuas  pairam na minha mente como relâmpagos vitais de elos sentimentais...
Aquele retalho mais fino, aquele raio que luz, no íntimo da  minha alma! Embrulhei-o com jeitinho em papel de pergaminho, onde traça a não entre alvura toalha de linho!!


Ah!...Quando a saudade bate, confesso que vou procurar! Aquele velhinho retalho que me vem fortificar... Coloco-o no altar ao Senhor a família e o lar Oro, Proclamo e Louvo e ouço Bênçãos derramar!!

Ironias do Destino

Imagem
Poeticamente descrevo as loucuras de amor que algures não vivi,  momentos me retraí  e suspiros engoli, ilusões adolescentes  sentimentos pertinentes, tropeções e atitudes segredos que nuca esqueci...
Sonhos, orgias de amor, no recôndito da alma mergulhando na solidão, entre dogma e crença entre ironia do destino, fugaz âmago a pulsar  insano devaneio, e um coração a palpitar...
Ferido, magoado inseguro, intermitente apaixonado, descrito a lápis de cor em papel de pergaminho o enigma do amor, retido no baú da saudade sem censura nem rancor...

Não sou Jardim nem Flor

Imagem
Já não sou quem antes era Tristemente assim viajo em silêncio mergulhado Procurando algo ameno depois de tão calejado...
Já não sou jardim nem flor sou apenas um suspiro que se esconde na solidão entre o perfume e a dor e nos tempos que já lá vão...
Insano peito sofrido sentimento acabrunhado em silêncio eu mergulho procurando algo ameno depois de tão calejado...
Ergo Louvores ao Senhor colocando-me a seus pés Ele me cobre com o seu Manto abraçando-me de lés-a-lés!!

Leveza da Alma

Imagem
Viva a vida bailando rodopiando no ar como borboleta poisando no jardim do pensamento,  alargando horizontes entre maresia e mil fontes, deixando o aroma na flor onde passa o meu amor, cada vez que ali vai dá um ar de sua graça e um cheirinho na flor!!
Sente que é bela e charmosa veste branco e cor-de-rosa cor de Paz e Sinceridade, algo que muito lhe apraz porém, virtude em escassez, No jardim da "Felicidade" ninguém fica pela metade, lembre-se da sua prece vista-se de leveza na alma, ao encontro de alguém porém, que lhe queira bem...
Se alguém lhe perguntar diga que sou aventureira  que fala do vento também, vê o tempo a passar  sem pode-lo segurar,  a idade não perdoa  os anos são gira-sóis  do tamanho de nós dois, você que está desse lado não pense que fica de fora o vento passa, o jardim seca e a borboleta voa!!


O Baú da Saudade

Imagem
Eu Queria Você para me fazer sorrir alegrar o meu dia e à noite bem dormir...
Eu queria você com seus motivos e razões em conformidade com a vida saúde de ferro, para poetizar além do amor outros projetos óbvios, repletos de emoções..
Eu me entrego a Deus e à virgem Mãe à noite no escuro onde não oiça ninguém, quando tudo descansa a turbulência não avança, antes que o mundo gire sem rumo, sem fé sem esperança!
Ah, meu bem-querer como sinto saudades do barulho que vai nas ruas dos dias incertos, das saudades de outrora dos momentos que trocámos da alquimia da vida e da magia que criámos...
Deixa-te amanhecer no meu pequeno jardim não repares à tua volta, há ternura e carinho há frescura e orvalho, um belo aroma no ar observando mariposa  nas flores sussurrar...
Amo-te como Deus me ama sinto o silêncio dos céus a tranquilidade pura, os anjos no amanhecer almas feridas descansam no jardim éden repousam no eterno amanhecer...
Beijinho minha flor eu te amo com doçura em cada pétala de rosa sinto a tua ternura!!



O Ego do Silêncio

Imagem
Sentei-me Naquele Banquinho deixei fluir o intelecto senti-me longe, senti-me perto, o cerebro bloqueou observei o universo... As estrelas , o sol e luar, a natureza a verdejar o azul dos céus a brilhar, foi alívio perfeito pra minha mente descansar...
No entanto me perguntei, gostar de mim! ...Porque não? Se puxa pelo meu astal quem sou eu pra dizer não! Devemos sim, saber ouvir escutar a voz do nosso "eu", observar e reparar o que falta em mim, ou acrescenta, ou se coloco um ponto final...
Senti o meu ego falar, Não te sintas menos que alguém! cada qual tem o seu valor, ainda que não pareça só Deus é superior? Silenciar é saudável o seu ego vai procurar, por vezes está mui distante que nem consegue vislumbrar!